Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida Extra

Aventuras e desventuras no universo dos videojogos.

Vida Extra

Aventuras e desventuras no universo dos videojogos.

O que é o Witcher, a nova série da Netflix?

Uma das apostas da gigante do streaming para este final de ano é uma série com Henry Cavill (o Super Homem dos filmes recentes) no principal papel. Mas o que é, afinal, este Witcher?

 

Promo da série The Witcher da Netflix

 

De onde veio?

 

A menos que sigam com interesse o mundo dos videojogos, provavelmente o título não vos dirá muito. E, por esse motivo, são frequentes as comparações com o Senhor dos Anéis ou, sobretudo, com a Guerra dos Tronos. Afinal de contas, há um mundo medieval, há combates e guerras e há sexo. Mas a comparação é redutora.

 

The Witcher é uma criação do escritor polaco Andrzej Sapkowski que remonta a 1986. Originalmente publicado em formato de conto, a personagem viria a protagonizar uma série de oito livros. No entanto, a popularidade e reconhecimento internacional seriam atingidos pela adaptação a videojogo feita pela CD Projekt Red. Mas não falem nisso ao autor...

 

Sapkowski tem um ódio de estimação à CD Projekt Red. A produtora de videojogos comprou os direitos de adaptação da personagem ao autor por uma quantia relativamente baixa. Terão oferecido também uma percentagem das futuras receitas de vendas dos videojogos, mas Sapkowski recusou. Não acreditava que isso dos videojogos alguma vez tivesse sucesso. Mas os vários videojogos viriam a vender mais de 30 milhões de exemplares e Sapkowski tentou recentemente processar a CD Projekt Red para receber a tal percentagem das receitas que tinha recusado. Uma tentativa estranha, dado que o próprio autor admite que foi ele que recusou.

 

Trailer da série The Witcher, na Netflix.

 

Mas o que há afinal neste Witcher, que o tornou um sucesso?

 

O mundo de The Witcher combina habilmente um ambiente medieval com todo o tipo de criaturas fantásticas. Elfos, gnomos e bruxas, mas também vampiros, lobisomens, fantasmas e todo o tipo de monstros e seres. E a genialidade de Sapkowski está na forma como todas estas espécies coabitam.

 

racismo galopante. Elfos, humanos e outras raças detestam-se mutuamente. As bruxas são perseguidas e queimadas vivas. Os monstros mais selvagens atacam tudo e todos. E, obviamente, há crime e violência generalizada.

 

E depois há os Witchers, que funcionam como uma espécie de caçadores de monstros. Devem ser os heróis de toda a gente, certo? Errado. Os Witchers são desprezados por todos. Mas as suas capacidades sobre-humanas e conhecimentos extensos sobre todo o tipo de monstros tornam-nos necessários nesta sociedade. Há sempre alguém com um problema com monstros que precisa de ser tratado e um Witcher pode fazê-lo, pelo preço certo.

 

Trailer "Matar Monstros", do jogo The Witcher 3: Wild Hunt.

 

E é este ambiente de "barril de pólvora", mais do que os grandes eventos que possam estar em marcha, que torna o mundo de The Witcher tão interessante. É um ambiente com uma riqueza que lhe dá um enorme potencial enquanto série televisiva, tal como já deu provas nos videojogos. Aguardo esta série com anseio!

 

Onde ver / ler / jogar?

 

- A série estreia dia 20 de dezembro na Netflix.

 

- Os livros estão editados em português pela Saída de Emergência.

 

- O jogo The Witcher 3: Wild Hunt está disponível para PC e consolas. A versão para PlayStation 4 está atualmente em promoção, a 8,99€. Sendo um dos melhores jogos da década, é quase dado!

publicado às 15:01

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.