Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Vida Extra

Aventuras e desventuras no universo dos videojogos.

Vida Extra

Aventuras e desventuras no universo dos videojogos.

O jogo do filme do jogo

O jogo Ratchet & Clank vai chegar ao grande ecrã, e também vem aí um jogo baseado no filme.

 

Há muitos videojogos baseados em filmes. Há uns quantos filmes baseados em videojogos. E depois há o grupo selecto de videojogos baseados em filmes baseados em videojogos.

 

Ora, um jogo baseado num filme ou um filme baseado num jogo parecem sempre um mero aproveitamento das editoras para fazerem lucro fácil com um produto final medíocre (há exceções, felizmente). E então um jogo baseado num filme baseado num jogo parece o cúmulo e faz temer o pior.

 

Mas não tem de ser assim e nao é de todo o caso com Ratchet & Clank.

 

"Parece um filme da Pixar" é um comentário recorrente aos vários jogos desta série exclusiva da PlayStation. Os cenários em 3D são coloridos e detalhados, as personagens são cheias de vida e personalidade e todos os jogos da série transmitem uma sensação de filme de animação. Uma passagem para o cinema parece um passo natural.

 

 

No passado sábado alguns convidados puderam ver a antestreia do filme no centro comercial Colombo. E não saíram desiludidos.

 

Não o classificaria como obra prima da animação, mas é um filme divertidíssimo para ver em família e com a capacidade de criar novos fãs destas personagens entre os mais novos. "O algodão não engana" e os meus dois filhos foram a prova, com muita risada durante toda a duração da película.

 

O filme peca por algumas piadas demasiado fáceis e por alguns momentos importantes da narrativa que são muito pouco explorados. Aliás, a origem de Clank (uma das personagens principais, lembrem-se) é praticamente despejada no filme sem qualquer cerimónia ou mesmo nexo.

 

Este facilitismo é facilmente perdoado nos videojogos, onde a ação e jogabilidade têm o papel principal, mas num filme deixa a sua marca no espetador mais exigente. Mas este é um filme infantil e o público-alvo não deixa de adorar a experiência por causa destes poucos momentos menos bem conseguidos.

 

Os atores que dão voz à versão portuguesa fazem um bom trabalho (sim, eu sei que não é a mesma coisa que as vozes originais), como tem sido hábito nas grandes produções cinematográficas para crianças dos últimos tempos.

 

Luciana AbreuLuciana Abreu, uma das vozes portuguesas, na antestreia do filme

 

E o jogo do filme?

 

Esse ainda não tive a oportunidade de experimentar, mas as várias análises que já foram sendo publicadas pela imprensa especializada dizem bem. O jogo é uma espécie de reboot da série de videojogos e acompanha os eventos do filme, que por seu lado conta a história de como os dois heróis se conheceram.

 

Este "jogo do filme" claramente não é um sucedâneo feito à pressa com vista ao lucro fácil. Está a ser desenvolvido pela Insomniac Games, os criadores do jogo original e equipa de desenvolvimento veterana.

 

O filme estreia em Portugal a 5 de maio. O jogo foi lançado para a PlayStation 4 já esta semana, também com vozes em Português. Vejam o trailer:

 

 

publicado às 12:32

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.