Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Vida Extra

Aventuras e desventuras no universo dos videojogos.

Vida Extra

Aventuras e desventuras no universo dos videojogos.

Nos videojogos o Star Wars estreia mais cedo

É o filme mais aguardado do ano. Diria mesmo do milénio, se bem que o milénio ainda há pouco começou. Só estreia nos cinemas lá para meio de dezembro.

 

Mas no mundo dos videojogos já é possível mergulhar de novo nessa galáxia far, far away. O jogo Star Wars Battlefront é lançado já na semana que vem. Aliás, quem aderiu ao serviço "Early Access" da Electronic Arts (a editora do jogo) pode começar agora mesmo a jogá-lo.

 

OK, não é a mesma coisa que ver o novo filme da saga e a ação nem se passa no mesmo período de tempo que o Episódio VII, remetendo para a altura de «O Império Contra-Ataca» e «O Regresso de Jedi», mas o jogo permite-nos mergulhar em cenas icónicas como a Batalha de Hoth (com Walkers e Snowspeeders incluídos, pois claro) ou a perseguição a alta velocidade em Speeder Bikes, por entre as densas florestas da lua de Endor. Isto com um nível de detalhe e realismo nunca dantes visto. Vejam só o entusiasmo deste senhor:

 

 

O jogo é exclusivamente online: os jogadores combatem em equipa - pelos Rebeldes ou pelo Império - contra a fação adversária. Isto levanta logo a dúvida sobre se será um jogo apenas para "hardcore gamers". Neste tipo de jogo os servidores tendem a ser dominados pelos jogadores mais experientes e dedicados, ficando os novatos e curiosos com uma esperança de vida de poucos segundos cada vez que entram em jogo. Mas pelo que experimentei até agora (e notem que eu próprio já não tenho nem a disponibilidade de tempo nem os reflexos para "dar luta" nesses casos), parece haver um bom equilíbrio.

 

Se o jogo é realmente bom ou não, é algo que falta saber. Isto porque todas as críticas ao jogo estão ainda sob embargo. E aqui é que a coisa se torna estranha.

 

As críticas de videojogos não são muito diferentes das do cinema na sua génese: A editora ou distribuidora dá acesso à obra aos críticos e jornalistas antes da data de lançamento para que estes possam fazer a sua avaliação e publicá-la antes ou na mesma altura em que chegará ao público.

 

No caso de Star Wars Battlefront a Electronic Arts organizou um evento, apelidado de "review event", onde juntou os jornalistas para que todos pudessem jogar o jogo e produzir as suas críticas. Estes "review events" não são a regra, mas no caso de jogos exclusivamente online são bastante comuns e fazem sentido, pois seria difícil cada jornalista testar separadamente o jogo sem outras pessoas com quem jogar.

 

Para terem acesso ao evento os jornalistas tiveram de concordar com um embargo: não poderiam publicar a sua opinião antes da data de lançamento do jogo. Isto por si só não é propriamente descabido. É normal as editoras pedirem que as críticas só sejam publicadas perto da data de lançamento do jogo e que, por exemplo, sejam omitidos alguns detalhes da narrativa para evitar spoilers e estragar as surpresas ou momentos de descoberta que tornam o jogo (ou filme) memorável.

 

Isto perde todo o sentido é quando qualquer utilizador pode descarregar e jogar o jogo completo de forma legal e promovida pela Electronic Arts (porque está disponível no tal programa Early Access de que falei), mas os jornalistas profissionais não podem dar a sua opinião. Ficam isentos do embargo os jornalistas que não participaram no tal evento. Esses podem jogar agora e publicar a sua crítica assim que quiserem, pois não tiveram de se comprometer com nenhum embargo.

 

Mas esqueçamos estas perturbações na Força e vamos é ver mais um vídeo, comentado pelo Rui Parreira da BGamer:

 

 

 

publicado às 18:10

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.