Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vida Extra

Aventuras e desventuras no universo dos videojogos.

Vida Extra

Aventuras e desventuras no universo dos videojogos.

Morreu a consola Nintendo com menos vendas de sempre

Se vendas fossem sinónimo de qualidade as Páginas Amarelas seriam uma obra prima de literatura. Nos videojogos, tal como na literatura, cinema e outras indústrias criativas, não existe necessariamente paralelo entre a qualidade intrínseca de um produto, a opinião dos especialistas e o sucesso entre o público. Exemplo recente: a Wii U.

 

Consola Wii U

 

Com uma nova consola a ser lançada já em março, a anterior consola da Nintendo deixa de ser produzida. Parece natural, mas não é necessariamente assim. Se uma consola continua a ser um sucesso de vendas, pode perfeitamente continuar no mercado mesmo depois de um novo modelo ser lançado. A Wii U deixou de ser produzida porque vende pouco. Quanto exatamente? Nada como um aborrecidíssimo gráfico em Excel para o mostrar:

 

Vendas de consolas Nintendo

 

Os números são da própria Nintendo (o gráfico fui eu que fiz) e mostram que a Wii U é a consola menos vendida de sempre da empresa nipónica. Estamos aqui a ignorar o Virtual Boy, que vendeu tão pouco que a Nintendo nem o inclui na lista. Só que o Virtual Boy era uma tentativa falhada para criar um sistema de realidade virtual (trans)portátil na década de '90. Simplesmente não existia tecnologia para isso.

 

Só que, enquanto o Virtual Boy era francamente mau e o seu fracasso tenha sido natural, a Wii U é uma excelente consola com jogos fantásticos.

 

O que correu mal? Muito simplesmente, é difícil perceber o valor, o interesse, a experiência única que é jogar numa consola com dois ecrãs. Parece confuso. Parece que a consola é uma espécie de tablet (não é, isso é só o comando).

 

E depois faltaram mais jogos.

 

Uma crítica habitual à Wii U era que tinha poucos jogos e isso não era apenas uma "impressão" que as pessoas tinham. Voltando aos gráficos em Excel, e usando os números da Nintendo, a Wii U teve de facto muito poucos títulos:

 

Número de jogos lançados em consolas Nintendo

 

Nota: Os números são a soma dos títulos lançados em 3 territórios distintos - Japão, américas e outros -, tal como reportado pela Nintendo. Um título lançado nos 3 territórios está contabilizado 3 vezes. As vendas digitais (downloads) não estão contabilizadas.

 

Notam o padrão?

 

Comparação de número de jogos e vendas de consolas

 

É certo que quantidade não é sinónimo de qualidade. E não é o único fator a afetar as vendas. Isto é sobretudo um ciclo vicioso: menos consolas vendidas significa menos produtores interessados em fazer jogos para a consola; e menos jogos significa menos interesse em comprar essa consola.

 

Mas pelo menos para mim isto não é um adeus à Wii U. A minha continua ligada à TV. Continua a ser usada com frequência. É a consola de eleição quando há "miudagem" lá em casa. E foi a responsável pelas mais inovadoras e refrescantes experiências com videojogos que tive nos anos recentes. Foi uma excelente criação da Nintendo. Merecia ter tido melhor sorte.

 

A Nintendo, por seu lado, tem que olhar para o futuro! A Switch chega daqui por um mês e tem dado que falar. Parece estar numa posição melhor que a sua antecessora e a gerar interesse. E, sobretudo, a Nintendo está de boa saúde em termos financeiros e em termos de criatividade.

publicado às 11:11

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.