Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Vida Extra

Aventuras e desventuras no universo dos videojogos.

Vida Extra

Aventuras e desventuras no universo dos videojogos.

A realidade virtual vai ao cinema no MOTELX

Se os filmes de terror são quase tão antigos quando o próprio cinema, os videojogos de terror são também um género de eleição desde os primórdios desta indústria. Acredito que em parte seja porque o ingrediente principal para aterrorizar a audiência não é o detalhe visual grotesco ou mostruoso mas sim o poder de sugestão, de fazer o espetador ou jogador sentir que está numa situação de perigo iminente. Vejam-se alguns dos primeiros filmes de John Carpenter, onde na maioria das vezes não chegamos a ver o(s) monstro(s), ou o inquietante «The Village» («A Vila»), de Shyamalan.

 

E se esse sentimento de imersão é fundamental, então jogar um título de terror em realidade virtual será uma experiência imprópria para cardíacos mas muito apropriada para quem gosta de levar um valente susto.

 

Tive a oportunidade de ter "um cheirinho" dessa experiência no ano passado e de a partilhar no post inaugural deste blog. Mas já esta semana vamos ter em Portugal a demonstração de um verdadeiro jogo de terror em realidade virtual. E vai ser no festival de cinema de terror MOTELX.

 

Resident Evil 7

 

A PlayStation acaba de anunciar que vai marcar novamente presença no MOTELX, desta vez com uma demonstração do novo capítulo de Resident Evil usando o PlayStation VR. Se vão passar pelo Cinema São Jorge durante o festival, então recomendo vivamente que experimentem a Realidade Virtual, pois é a única forma de realmente perceber porque é que se trata de algo novo e fundamentalmente diferente do cinema e dos videojogos.

 

Recomendo... mas deixo um alerta.

 

Esta demo já marcou presença em alguns eventos internacionais de videojogos e a principal reação de quem experimentou (para além de dizerem que é realmente assustador) é que causa literalmente náuseas e enjoo. E não é por as imagens serem nojentas. É mesmo um enjoo físico causado pela percepção de movimento do jogo enquanto o (corpo do) jogador está parado. É um fenómeno normal em algumas pessoas, mas Resident Evil 7 em realidade virtual parece causar este efeito mesmo em pessoas que nunca ou raramente se sentem afetadas.

 

O jogo ainda não está terminado e só deve sair em 2017. A Capcom já fez saber que ainda está a fazer melhorias para garantir uma experiência de utilização confortável.

 

Ficam avisados. Esta demonstração não é para os de coração fraco... nem para os de estômago sensível. Mas se vão ao MOTELX então provavelmente já têm uma boa tolerância para ambos.

 

Resta-nos esperar que este efeito de náusea tenha entretanto sido melhorado, para que não lance uma sombra sobre uma inovação tecnológica que tem, em minha opinião, um impacto potencial tão grande na indústria do entretenimento.

 

Fiquem com um trailer do jogo, não recomendado a menores ou a pessoas facilmente impressionáveis:

 

 

publicado às 19:20

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.